Copyright © 2014 | Desenvolvido por: OnLine

"O EXPRESSO BERLIM-BAGDÁ"

 

Depois que conheci a Turquia, passei a estudar cada vez a sua riquissima história. E um livro que acabei de ler, “O Expresso Berlim-Bagdá” (Sean McMeekin, Globo, 495 pgs.),  trata de um dos mais importantes fatos da 1ª. Guerra Mundial: a tentativa dos alemães de destruir o Império Britânico, usando o poder do islamismo. E a estratégia germânica desse envolvimento do Império Otomano, passava pela construção da uma grandeferrovia de Berlim à Bagdá – o projeto de engenharia mais notável da época.

 

A razão era o dominio dos mares pela Inglaterra. E não restava à Alemanha outra alternativa de chegar até a Ásia, senão construindo uma ligação terrestre a partir da Europa Central. Com isso, seria possivel transportar suas divisões  de soldados e armas, por um caminho invulnerável à marinha britânica.

 

Mas com o iminência da guerra, a ferrovia se tornou parte de um projeto muito maior, que envolvia o estimulo de revoluções internas no Oriente Médio, a fim de enfraquecer a Tripla Entende (aliança militar entre o Inglaterra, França e  Russia no final do século 19). Uma estratégia que envolveu o envio de espiões, muito dinheiro (para subornos), soldados e arqueólogos para todos os cantos da região.

 

Por isso, o Kaiser Guilherme II da Alemanha esteve perto de desarticular o dominio dos ingleses. Só que era um projeto muito ambicioso, com imensas limitações e desafios. Sendo que a própria estrada (parcialmente construida entre 1898 e 1918), tinha obstáculos gigantescos,  como a falta de mão-de-obra, acordos com países por onde passaria a estrada, regiões montanhosas de dificil acesso, logistica deficiente  e  tecnologias pouco desenvolvidas para a época. Um projeto que não se sustentaria.

 

Por fim, sempre desejei saber porque a Turquia se unira à Alemanha na 1ª. Guerra, já que levou ao fim o Império Otomano(1299 a 1922). E um dos componentes foi a Rússia (arquinimiga dos turcos), que dependia do Bósforo (famoso estreito junto à Istambul), para ligar seus portos no Mar Negro ao resto do mundo. O fechamento desse acesso pela Turquia, ajudou a empurrar os otomanos para a guerra.

 

Para quem gosta de história, essa é uma leitura obrigatória(apesar de cansativo pelo excesso de detalhes),pois mostra o poderio e a ambição de um país rico e industrializado como a Alemanha, e sua suicida estratégia de se aliar com povos de uma cultura muito diferente da européia: o Islã. 

Boa leitura; boa semana !

 

Please reload

Ultimas noticias

Bônus beneficia agricultores familiares de diversos estados

November 21, 2016

1/9
Please reload

Notícias Recentes
Please reload