Copyright © 2014 | Desenvolvido por: OnLine

Argentina (também) em turbulência

 

É tamanha a confusão no Brasil, que a imprensa pouco destaca a situação na Argentina, após os 100 dias de mandato do Presidente Macri. Acompanhei os 12 anos da “Era Kirchner”, e torcia para que aparecesse alguém com capacidade para reverter a crítica situação em que o país se encontra.

 

Agora, ao desembarcar em Buenos Aires, esperava encontrar um clima compatível com a expectativa gerada por Macri. Mas o que vi foi um cenário diferente: 

(1) O Presidente está sofrendo forte pressão da imprensa, por seu envolvimento no escândalo “Panamá Papers” (empresas offshore não declaradas); 

(2) A exemplo do Brasil, começou uma caça aos corruptos que desviaram bilhões de dólares dos cofres públicos (Lazaro Báezestá preso, para explicar como ficou bilionário durante os Governos Kirchner); e 

(3) a população está revoltada com o “tarifaço” de até 600% nas contas da água, luz, gaz e transporte público, e com a forte alta nos preços.

 

Isso está provocando um inevitável aumento na inflação, que deverá chegar a 40% no ano, corroendo ainda mais a renda dos assalariados - que já se mobilizam através dos seus aguerridos sindicatos trabalhistas. E para piorar, 120 mil pessoas já perderam o emprego em 2016.

 

O novo Governo sonhava com a entrada de 40 bilhões de dólares em investimentos estrangeiros,……..que não aconteceram, poisos fundamentos econômicos da Argentina ainda são muito frágeis. Decisões duras estão sendo tomadas, para recuperar o crédito internacional (começando por pagar os “créditos abutres”), retomar o crescimento e a geração de emprego; missão que cobrará um preço muito alto dos argentinos – por muitos anos.

 

Mas Macri quer também endurecer o jogo contra a corrupção, e deverá copiar a legislação brasileira sobre “Denúncias Premiadas”, que lá não existe (nesse aspecto, o Brasil está muito a frente, graças a Deus).

 

O Presidente luta ainda com dificuldades no Congresso, uma vez que não dispõe de maioria, nem na Câmara, e muito menos no Senado. E o escândalo “Panamá Papers” e a dificilima situação da economia, estão sendo um duro teste para Macri. Como li numa manchete: “Macri Bajo Fuego”.

 

Boa semana a todos !

Please reload

Ultimas noticias

Bônus beneficia agricultores familiares de diversos estados

November 21, 2016

1/9
Please reload

Notícias Recentes

January 21, 2020

Please reload