Copyright © 2014 | Desenvolvido por: OnLine

Vacinação contra aftosa antecipada em áreas de risco de Santa Maria

 

Cerca de 2,5 mil bovinos e bubalinos devem ser vacinados antecipadamente contra a febre aftosa a partir da próxima segunda-feira (18), em Santa Maria. A antecipação atinge animais localizados em áreas consideradas de risco, na zona urbana da sede do município, e vai até o próximo dia 29.  A partir do dia primeiro de maio, a vacinação será aberta oficialmente para todo o rebanho, devendo imunizar um total aproximado de 110 mil animais.

Conforme a médica veterinária responsável pela Inspetoria de Defesa Agropecuária (IDA) de Santa Maria, Naira Fernandes, é importante que os produtores que sabem que suas propriedades estão em área de risco fiquem atentos à visita do representante da IDA para realização da imunização e, em caso de dúvida, entrem em contato com o serviço oficial pelo telefone (55) 3221-1443.

 

ALTERAÇÃO NA DISTRIBUIÇÃO DAS DOSES GRATUITAS ? Com o início oficial da campanha, no dia primeiro de maio, também deve ser iniciada a doação de doses subsidiadas pelo Governo do Estado para produtores enquadrados no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A diferença nesta campanha é que a doação diminuiu para 10 doses por unidade familiar, ao invés das 30 distribuídas na última etapa.

Entre os motivos para diminuição do número de doses subsidiadas estão estudos de eficácia vacinal que afirmam que a doação não garante melhores resultados na imunização, resultando em várias críticas do Ministério da Agricultura, até pelo fato do Rio Grande do Sul ser o único Estado que ainda realiza doação de vacinas. Além disso, também existem problemas para garantir um bom armazenamento e a destinação correta das doses.

Outro fator importante é restrição orçamentária enfrentada pelo Governo do Estado. Com a redução, a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação irá utilizar as cerca de 900 mil vacinas que possui em estoque e que vão permitir a vacinação gratuita para produtores que possuem até 10 animais.

A supervisora regional da Seapi, Juliana Argenta alerta que após o término das vacinas em estoque não serão adquiridas novas doses. ?Assim que acabarem as doses subsidiadas, quem não conseguiu receber terá que adquirir as vacinas necessárias para imunizar seu rebanho diretamente nas agropecuárias, como é feito pelos produtores que não são beneficiados pela gratuidade?, explica.

 

Please reload

Ultimas noticias

Bônus beneficia agricultores familiares de diversos estados

November 21, 2016

1/9
Please reload

Notícias Recentes
Please reload