Copyright © 2014 | Desenvolvido por: OnLine

Laboratório analisa bactérias para substituir fertilizantes em plantas leguminosas

24 Aug 2016

 

Em 1950, o professor João Rui Jardim Freire da Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e da Seção de Microbiologia Agrícola do Instituto de Pesquisas Agronômicas (Ipagro, hoje Fepagro), iniciou buscas por bactérias que poderiam substituir os fertilizantes nitrogenados nas lavouras. Através de coleta, isolamento e seleção de estirpes nativas eficientes para leguminosas de importância econômica, o professor chegou aos rizóbios - e estes trabalhos de seleção alcançaram o benefício da simbiose planta-bactéria com resultados de não recomendação do fertilizante nitrogenado para o cultivo da soja.

Freire esteve à frente do Laboratório de Fixação Biológica de Nitrogênio (LFBN) - pioneiro no Brasil. Hoje, a manutenção das estirpes e a continuidade das pesquisas está sob a responsabilidade da bióloga Anelise Beneduzi da Silveira. O laboratório presta serviços para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), além da seleção de estirpes de rizóbios eficientes para fixação biológica de nitrogênio, o LFBN é responsável pelas análises de qualidade dos produtos inoculantes.

Please reload

Ultimas noticias

Bônus beneficia agricultores familiares de diversos estados

November 21, 2016

1/9
Please reload

Notícias Recentes
Please reload