Copyright © 2014 | Desenvolvido por: OnLine

Fortalecimento do setor norteia reunião da Câmara Setorial da Erva-Mate da Seapi

24 Mar 2017

 

A primeira reunião ordinária de 2017 da Câmara Setorial da Erva-Mate, da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi), ocorreu na manhã desta quinta-feira (23), durante a 17ª Expoagro Afubra, em Rio Pardo (RS). O coordenador da Câmara, Tiago Fick, coordenou os trabalhos, sendo a prestação de contas de 2016 a primeira pauta. Também foram tratadas as principais demandas do setor para este ano, entre elas o Cadastro Ervateiro, Cadastro Florestal, e ações da Seapi em parceria com o Instituto Brasileiro da Erva-Mate (Ibramate). A próxima reunião já tem data marcada: dia 20 de julho, no município de Ilópolis." Mais uma vez a Câmara leva intensos debates à Expoagro Afubra, que é um importante palco das discussões de nossas cadeias produtivas. O setor está crescendo e, com o Cadastro Ervateiro, teremos uma radiografia ainda melhor do plantio da Erva-Mate no Estado", ressalta o secretário Ernani Polo.

Durante o encontro, foram definidas as ações que serão levadas para a reunião da Câmara Setorial Nacional, programada para dia quatro de abril, em Brasília. As propostas são: “Determinação padrão da erva-mate nacional”, em conjunto com o Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa); e, “Padrão de mudas de erva-mate”, onde a minuta aprovada pela Câmara Setorial Estadual será apresentada para a Câmara Setorial Nacional, cujas tratativas iniciaram em 2016. A Câmara Setorial pretende ainda buscar, junto à Secretaria da Educação do RS (Seduc), a inclusão da erva-mate na merenda escolar e na cesta básica.

Outro assunto que norteou os debates foi a questão das barreiras comerciais, também definidas como barreiras sanitárias. Países importadores impõem dificuldades alegando problemas de antracnona, de cádmio e jumbo na erva-mate. “Entretanto, é sabido que estes materiais estão presentes na própria planta e que se manifestam conforme os tratos culturais e condução dos ervais na lavoura”, esclareceu Fick . Para acabar com essas barreiras, será buscado o apoio do Mapa, assunto também a ser tratado na reunião da Câmara Setorial Nacional do dia quatro de abril.

 “Desde o ano passado, a Expoagro Afubra vem estreitando a relação com a cadeia produtiva da erva-mate. E, como em 2017 o tema é a Floresta, a coordenação buscou fortalecer esta relação”, disse o engenheiro florestal da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Juarez Pedroso.

Por fim, o diretor executivo do Instituto Brasileiro da Erva-Mate (Ibramate), Roberto Magnos Ferron, falou da mateada que o órgão promoverá no dia 24 de abril - Dia do Chimarrão -, na Assembleia Legislativa gaúcha.

Please reload

Ultimas noticias

Bônus beneficia agricultores familiares de diversos estados

November 21, 2016

1/9
Please reload

Notícias Recentes
Please reload