Copyright © 2014 | Desenvolvido por: OnLine

Juros do crédito rural foram mais altos na safra 2016/17

14 Jul 2017

Os financiamentos da agricultura empresarial somaram R$ 137,2 bilhões no ciclo agrícola 2016/17, que compreendeu o período entre 1º de julho do ano passado e 30 de junho de 2017. Na avaliação do vice-presidente da SNA (Sociedade Nacional de Agricultura), Hélio Sirimarco, esse ano, “com a queda da

 

inflação, mesmo com a redução das taxas de juros, os juros reais (do crédito rural) subiram”.

 

Do total financiado na safra passada, R$ 82,3 bilhões foram para custeio, um montante que teve 78,8% a juros controlados e 21,2% a juros livres. Outros R$ 23 bilhões ficaram para comercialização, enquanto R$ 26,5 bilhões seguiram em investimentos e R$ 5,4 bilhões para industrialização.

 

“Tudo depende do juro real. Por exemplo, como a inflação no ano passado ficou em 11% (em valor arredondado) e os juros livres foram de 9,5% a 10,5%, o produtor teve uma taxa de juro real de praticamente zero. O problema é que, com a queda da inflação, mesmo com a redução das taxas de juros, os juros reais subiram. Isso impacta tanto os juros controlados como os livres”, explica Sirimarco.

Please reload

Ultimas noticias

Bônus beneficia agricultores familiares de diversos estados

November 21, 2016

1/9
Please reload

Notícias Recentes
Please reload