Copyright © 2014 | Desenvolvido por: OnLine

Produção leiteira terá crescimento de 3% a 4% no Sul do País

30 Mar 2018

Após um período de amarga recessão do setor leiteiro no Brasil, os produtores rurais começam a respirar com alívio. O ano de 2018 iniciou com recuperação nos preços pagos pelo litro do leite e a expectativa para a região Sul do

 

País é de um crescimento de 3% a 4% da produção. De acordo com dados do Conselho Paritário Produtor/Indústrias de Leite do Estado de Santa Catarina (Conseleite/SC), o leite entregue em fevereiro, para processamento industrial pago em março pelos laticínios, registrou aumento de 5,7%, correspondendo a seis centavos/litro nos valores de referência.

 

Os motivos dessa retomada serão explanados durante o Interleite Sul 2018, que ocorre nos dias 09 e 10 de maio, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó. Serão dois dias de evento com 20 palestras temáticas e a participação de 800 pessoas. A iniciativa é da AgriPoint.

O presidente do Conseleite/SC e vice-presidente regional da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) na região extremo oeste, Adelar Maximiliano Zimmer considera que finalmente a situação começa a melhorar para o produtor rural. O dirigente pondera que os agropecuaristas viveram onze meses de operação no vermelho e muitos ameaçaram abandonar a produção.

Para Zimmer, os preços manterão tendência de alta até julho, em setembro os ganhos serão preservados, mas, em outubro, iniciará o movimento de baixa. “Esse é o comportamento sazonal e tradicional do mercado, mas, pode ocorrer mudanças de rumo, como em 2017, quando o viés baixista se manteve em quase todo o período”, expôs o dirigente. “Acredito que estamos começando a superar uma fase na qual nem o produtor rural nem as indústrias estavam ganhando”.

Please reload

Ultimas noticias

Bônus beneficia agricultores familiares de diversos estados

November 21, 2016

1/9
Please reload

Notícias Recentes

January 21, 2020

Please reload