Copyright © 2014 | Desenvolvido por: OnLine

Cruzamento industrial é ferramenta para aumentar escala de exportação de carnes

29 Sep 2019

 

O mundo está crescendo em termos populacionais e a Ásia será uma das maiores populações do planeta. Ao mesmo tempo, países como Indonésia e China com poder aquisitivo, pois o PIB destes países aumentarão. Com esta abordagem, o vice-presidente de Fomento às Raças da Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), Celso Jaloto, iniciou sua explanação no evento Falando de Pecuária, ocorrido na noite desta quinta-feira, 26 de setembro, na Unaí Leilões, na cidade mineira de Unaí.

O dirigente falou sobre “Hereford e Braford - Cruzamento Industrial para a Produção de Carne de Qualidade”. Segundo Jaloto, dentro deste cenário, os pecuaristas devem estar preparados para a produção de carne de qualidade. “Vamos ocupar espaços menores e termos um volume maior de animais por hectare e para ter este volume maior precisaremos estar mais tecnificados para dar suporte para esta produção e tudo isto com sustentabilidade”, projetou.

Além disso, o vice-presidente da ABHB abordou a importância de o pecuarista se preocupar com uma produção de carne de qualidade e com o grande volume de zebuínos que existe no Brasil, a melhor maneira seria aumentando os cruzamentos taurinos, especificamente Hereford e Braford. “Somos capazes de fazer cruzamento industrial com diversos sistemas produtivos cada um com a realidade das propriedades em cada região e com isso aumentar o volume de carne gourmet”, observou.

Para Jaloto, esta fatia do mercado é que permitirá uma exportação em maior escala e isso se conseguirá com o cruzamento industrial. “É possível ter uma rentabilidade fazendo o cruzamento tendo em vista a peculiaridade das nossas raças Hereford e Braford em permitir de forma precoce o acabamento de animais que vão ao frigorífico, ter um valor agregado pela carne de qualidade, e ter um maior rendimento e peso de carcaça e uma terminação que será em menor curto espaço de tempo tendo em vista a capacidade de conversão alimentar das nossas raças”, destacou.

No evento, que também contou com a presença da diretora de Marketing da ABHB, Celina Maciel, e do Inspetor técnico Heitor Cheuiche, também foi apresentada a palestra “Parceria Minerva e a ABHB: A Importância de Produzir Carne de Qualidade”, pelo representante do Minerva Foods, Guilherme Alves. Na ocasião, foi abordada a parte comercial da compra de carne e apresentada a tabela de bonificação. “Houve questionamentos de como estará funcionando esta aliança para que possa ser enquadrado dentro do programa Estância 92. A procura foi muito grande, os produtores ficaram muito interessados e notamos que esta aliança facilitou a melhor aceitação das nossas raças quanto ao uso no Brasil Central. Os que trabalharem neste cruzamento serão bonificados por esta qualidade”, finalizou Jaloto.

 

Foto: ABHB/Divulgação

Texto: Nestor Tipa Júnior/AgroEffective

Please reload

Ultimas noticias

Bônus beneficia agricultores familiares de diversos estados

November 21, 2016

1/9
Please reload

Notícias Recentes
Please reload