Copyright © 2014 | Desenvolvido por: OnLine

Agricultura reúne setor de suínos e encerra rodada de teleconferências de Câmaras Setoriais

25 Apr 2020

 

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) encerrou nesta sexta-feira (24) uma série de reuniões virtuais com as cadeias produtivas integrantes das Câmaras Setoriais e Temáticas, abordando questões de abastecimento e consumo em tempos de estiagem e coronavírus. Nas últimas semanas, foram 10 teleconferências. O Departamento de Politica Agrícola e Desenvolvimento Rural da Seapdr fará um relatório das reuniões, coordenado pelo diretor Ivan  Bonetti.

Nesta sexta-feira (24), a Câmara Setorial da Suinocultura discutiu a redução da comercialização, decorrente da queda de consumo no setor de hotelaria e restaurantes. Para reduzir as perdas, uma alternativa sugerida é a disponibilidade de capital de giro com taxas menores de juros. As empresas e pessoas jurídicas são quem mais demandam linhas de crédito diferenciadas. O Banrisul deverá apresentar a solicitação para os diretores da instituição e será agendada uma videoconferência para que o setor apresente a pauta para a direção do banco.

A Associação de Criadores de Suínos do RS (Acsurs) apresentou preocupação com o preço pago aos suinocultores e reiterou o pedido já feito à Secretaria da Fazenda (Sefaz) de isenção de ICMS para a venda de suínos vivos para outros estados.

O setor também mostrou preocupação com a demanda de milho no segundo semestre deste ano, que deverá ser comprado fora do Estado, e o impacto na apropriação de crédito presumido. Outra questão é a programação da lavoura de milho para a próxima safra, uma vez que a estiagem na safra 2019/2020 comprometeu a renda de produtores. A Seapdr vai desenvolver análises para compreender de que forma é possível facilitar o acesso ao cereal e utilizar o Programa Estadual de produção e Qualidade do Milho (Pró-Milho RS) para incentivar o cultivo.

Referente à demanda de abates extraordinários, será realizada uma reunião entre o Sindicato das Indústrias de Produtores de Suínos (SIPS) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Uma análise fragmentada por regiões poderá facilitar o estudo da realização de abates extraordinários. Em função da limitação de servidores, realizar abates antecipados poderá ser uma forma facilitadora.

Foi solicitado para a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) a prorrogação do pagamento das Licenças Operacionais (LOs). O secretário Covatti Filho deve acompanhar a demanda.

Participarama da reunião da Câmara Setorial de Suínos representantes de Farsul, Fetag, Fundesa, Acsurs, Sips, Apromilho, Instituto de Pesquisa Gianelli Martins (IPGM), Banrisul, Mapa, Emater, Sefaz, Sedetur e Seapdr.

Please reload

Ultimas noticias

Bônus beneficia agricultores familiares de diversos estados

November 21, 2016

1/9
Please reload

Notícias Recentes
Please reload