Copyright © 2014 | Desenvolvido por: OnLine

Setor de máquinas agrícolas avalia impactos da Covid-19

5 May 2020

 

A pandemia de coronavírus ainda gera dúvidas quanto aos resultados do setor de máquinas agrícolas no Brasil. Embora o movimento em lojas tenha sido muito afetado com o isolamento social, a necessidade de atender às demandas dos agricultores brasileiros deve impedir uma redução drástica de vendas durante 2020, segundo entidades do setor.

 

Ao contrário dos automóveis, que, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), tiveram queda de cerca de 80% no volume de vendas desde o início do isolamento social para conter a pandemia de Covid-19, as máquinas agrícolas não sofreram impacto em um primeiro momento. Em março, na comparação com fevereiro, a comercialização aumentou 46%; as exportações, 19%; e a produção, 15%, de acordo com a Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

O motivo desse resultado, para a entidade, é o fato de que a maioria das fábricas funcionou até o começo de abril, e as vendas estavam aquecidas em função da época de colheitas. As fabricantes de máquinas agrícolas garantem ter estoque para atender os produtores rurais, atividade considerada essencial, com ou sem pandemia. "O agronegócio continua. Quem plantou vai colher, e os agricultores necessitam de tecnologia", afirma Alfredo Miguel Neto, vice-presidente da Anfavea. Quanto às vendas externas, diz, o setor continua exportando, e os preços no Brasil estão muito favoráveis. A entidade não tem expectativa da redução de compra de máquinas, mas considera cedo para projetar resultados.

Please reload

Ultimas noticias

Bônus beneficia agricultores familiares de diversos estados

November 21, 2016

1/9
Please reload

Notícias Recentes
Please reload