Copyright © 2014 | Desenvolvido por: OnLine

Entidades apontam cenário de dificuldades

2 Jul 2020

 

As entidades representativas dos produtores de tabaco divulgaram uma nota nessa quarta-feira, 1º, sobre o cenário atual dos agricultores que cultivam tabaco. A manifestação, assinada terça-feira pelos presidentes das federações dos trabalhadores rurais do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul) e da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), relata que o momento vivido pelos produtores é altamente preocupante.

A nota diz que os agricultores sofrem os efeitos da estiagem que assolou o Rio Grande do Sul e causou grandes prejuízos nas lavouras gaúchas. “Somado a isso, temos todas as dificuldades relacionadas à pandemia do novo coronavírus. Como se já não fossem motivos suficientes para causar preocupação ao setor, enfrentamos ainda um descaso por parte das indústrias processadoras de tabaco, que não estão reconhecendo de maneira devida os esforços feitos pelos agricultores durante o processo produtivo, desde o plantio até a colheita”, afirma o manifesto.

As entidades relatam que a comercialização da safra 2019/20 teve um início razoável, mas tornou-se “uma verdadeira frustração”. “Não bastassem as perdas na produção devido à estiagem, ainda há uma falta de sensibilidade por parte das empresas, que têm castigado os produtores com um grande rigor na classificação, rebaixando classes e diminuindo a rentabilidade do produtor”, salienta a nota.

Please reload

Ultimas noticias

Bônus beneficia agricultores familiares de diversos estados

November 21, 2016

1/9
Please reload

Notícias Recentes
Please reload