Açúcar: contratos futuros fecham em baixa com melhores perspectivas de produção na Índia e no Paquis



Uma melhor perspectiva de safra na Índia e no Paquistão, aliado a fatores macroeconômicos derrubou os preços do açúcar nos mercados internacionais na última sexta-feira (22). Em Nova York, na ICE Futures, a commodity fechou em baixa em todos os lotes, atingindo a mínima de três semanas. O lote maio/22 foi contratado na sexta-feira a 19,24 centavos de dólar por libra-peso, recuo de 63 pontos no comparativo com os preços da véspera. Já a tela julho/22 caiu 60 pontos, com negócios firmados em 19,21 cts/lb. Os demais lotes recuaram entre 38 e 59 pontos.

Operadores disseram à Reuters que a produção mais forte do que o esperado na Índia pode levar a um pequeno excedente global de açúcar na atual temporada 2021/22. "A produção de açúcar do Brasil está projetada para crescer 2,9% na nova temporada, para 36,37 milhões de toneladas, uma vez que as lavouras de cana se recuperam parcialmente do clima desfavorável na safra anterior, disse o USDA", em análise trazida pela Agência Internacional de Notícias.

Ultimas noticias
Notícias Recentes