Agricultura inspeciona parreirais na Serra para detecção de cancro da videira



A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), por meio da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal, realizou inspeções fitossanitárias nos municípios de Bento Gonçalves e Garibaldi para detecção do cancro da videira, doença causada pela bactéria Xanthomonas campestris pv. vitícola. Conduzidas por oito fiscais estaduais agropecuários da Seapdr, as atividades de monitoramento ocorreram de 14 a 16 de fevereiro, em 25 propriedades produtoras de uvas de mesa e viníferas.

De acordo com a chefe da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal, a engenheira agrônoma Rita Antochevis, o cancro da videira é considerado uma praga quarentenária presente no Brasil pelo Ministério da Agricultura, mas sem ocorrência no Rio Grande do Sul. A doença foi detectada pela primeira vez no país em 1998, no Vale do Submédio São Francisco, e está presente nos estados de Pernambuco, Bahia, Piauí, Ceará e Roraima. “É uma doença de difícil controle. Sua introdução poderia trazer sérios prejuízos para a viticultura do Estado”, alerta.

Ultimas noticias
Notícias Recentes