top of page

Agricultura mantém vigilância ativa intensificada no Taim



O Departamento de Vigilância e Defesa Sanitária Animal da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (DDA/Seapi) realizou, nesta quarta-feira (7/6), reunião com o corpo técnico da Secretaria e supervisores das 15 regionais. O objetivo foi alinhar informações atualizadas sobre a vigilância ativa intensificada na Estação Ecológica do Taim desde o dia 24 de maio, quando o ICMBio notificou uma alta mortalidade entre cisnes-de-pescoço-preto (Cygnus melancoryphus) na Lagoa Mangueira por influenza aviária de alta patogenicidade (H5N1).

Vista do drone

“A Lagoa tem mais de 100 quilômetros de extensão e 10 quilômetros de largura, com várias pequenas lagoas e pontos de difícil acesso. Os drones e os sobrevoos de helicóptero têm nos ajudado a ver melhor esses locais, em juncais onde pode haver aves mortas escondidas”, detalhou o diretor adjunto do DDA, Francisco Lopes. Em duas semanas, foram dois sobrevoos de helicóptero. Quatro drones estão sendo utilizados diariamente para monitorar toda a costa da Lagoa Mangueira e grandes espelhos d'água da região. O Serviço Veterinário Oficial já avistou 16.482 aves durante esse período.

Comments


Ultimas noticias
Notícias Recentes
bottom of page