Brasil perde liderança no mercado árabe



A Índia superou o Brasil na venda de alimentos para a Liga Árabe, desbancando a liderança histórica do país junto ao bloco, segundo dados recém-compilados pela Câmara de Comércio Árabe-Brasileira.

O levantamento aponta que, em 2020, o Brasil respondeu por 8,15% do total de produtos do agronegócio importados pelos 22 países membros da entidade diplomática. No mesmo ano, a Índia teve participação de 8,25%, superando a liderança do Brasil no ranking desde 2006, quando a Câmara Árabe iniciou a série histórica. Os dados são do ano passado porque foram compilados a partir de informações disponibilizadas somente em outubro deste ano.

Na avaliação da entidade, apesar de continuar competitivo da "porteira para dentro", o Brasil acabou perdendo espaço para a Índia por conta de problemas na logística. Em 2020, a desorganização de rotas marítimas geradas pela pandemia, a escassez de contêineres frigorificados e a alta concentração das companhias de navegação resultaram no alongamento das rotas tradicionais entre o Brasil e os portos árabes, inviabilizando, principalmente o comércio de perecíveis.

Ultimas noticias
Notícias Recentes