top of page

Câmara Setorial de Bebidas Regionais debate produção de lúpulo no RS



O engenheiro agrônomo Stéfano Kretzer, proprietário da Lúpulo do Vale e consultor do Ministério da Agricultura, apresentou ações de fomento ao cultivo do lúpulo conduzidas em Santa Catarina.

Ele apontou para a importância de se estabelecer unidades de processamento para grupos ou associações de produtores realizarem a separação, secagem e enfardamento do lúpulo, além de uma unidade central que faça a peletização do produto, uma vez que 99% da comercialização do lúpulo ocorre nesse formato.

“A estrutura é bem semelhante à cadeia produtiva da uva e do vinho, e como ela, precisa de políticas públicas em linhas de crédito e isenções, unidades de processamento, cooperativas ou associações de produtores. E, para manter essas unidades de processamento e os grupos de produtores, tem que haver garantia de comercialização”, completou.

Entre os gargalos na produção de lúpulo no Brasil, Kretzer identifica que os principais são o volume de produção, que ainda é pequeno frente à demanda; a homogeneidade da produção ao longo do ano; e a própria estrutura da cadeia produtiva.

댓글


Ultimas noticias
Notícias Recentes
bottom of page