Clima foi determinante para lavouras em dezembro



Dezembro teve comportamentos diferentes no clima pelas regiões brasileiras. As informações foram divulgadas pelo Sistema Tempocampo, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP). Os altos volumes de chuva e a seca em outras regiões foram definitivos para o desenvolvimento de lavouras de grãos como soja, milho, feijão, arroz e algodão. Sob atuação do La Niña, tradicionalmente, o Norte e Centro recebem mais chuvas, enquanto o Sul tem escassez. As previsões apontam que os efeitos da La Niña devem se estender até o mês de março, tornando o verão nas regiões Norte e Nordeste mais chuvoso, e aumentando a frequência de estiagens na Região Sul, o que levanta um sinal de alerta para os produtores do sul do país.

Ultimas noticias
Notícias Recentes