top of page

Confira o impacto das chuvas nas lavouras brasileiras



Mesmo com a projeção do fenômeno La-Niña perdendo força ao longo dos próximos meses, as condições atmosféricas ainda estão seguindo um comportamento característico da condição do La-Nina.

De maneira geral, as chuvas estão ocorrendo de forma satisfatória na maior parte do país, de acordo com os registros de precipitação estimada por satélite e estações meteorológicas do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC INPE).

No mapa de anomalia de precipitação entre 11 de Novembro até 26 de Dezembro (45 dias), vemos uma boa distribuição das chuvas sobre os setores nordeste do país, abrangendo desde o norte do Mato Grosso, norte de Goiás, norte de Minas Gerais, até os estados do Nordeste Brasileiro. No litoral entre Santa Catarina até o estado de São Paulo, os registros também foram muito acima da média para o período de 45 dias. Por outro lado, algumas áreas como o Acre, Amazonas, sul do estado de Goiás e sudeste do Mato Grosso as chuvas foram significativamente abaixo da média para o período.

No centro-sul do Brasil, mesmo que as anomalias não foram representativas em termos de baixos volumes, as chuvas foram muito irregulares e com períodos prolongados de tempo seco, sobretudo nas últimas semanas.


留言


Ultimas noticias
Notícias Recentes
bottom of page