Conhecidos os últimos classificados para a final do Freio de Ouro




Com a classificatória ocorrida nesta semana e encerrada neste domingo, dia 24 de julho, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), se fechou a nominata dos classificados para a grande final do Freio de Ouro. Agora as expectativas ficam para a decisão da modalidade, promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), de 31 de agosto a 4 de setembro, durante a Expointer.


Entre as fêmeas, o destaque ficou por conta da égua JNF Esperança, do CDT Valadão, de Capão do Leão (RS), montada pelo ginete Rian de Vasconcelos Valadão. Já nos machos, o primeiro lugar ficou com o cavalo JI Osso Duro, da Estância Santa Inês, de Aceguá (RS), guiado pelo ginete Luís Gustavo Rodrigues Ruas. A classificação do cavalo, em primeiro lugar entre os machos, causou surpresa, visto que só passou a pontuar entre os seis primeiros na prova Bayard/Sarmento, após ser o segundo em Morfologia.

O ginete Rian de Vasconcelos Valadão comemorou a primeira vitória de sua carreira de ginete em uma classificatória para a final. Agradeceu ao irmão, Nathan, que também é ginete e domador, e à família, pelo apoio dado. “É a primeira classificatória que ganho, depois de correr pela primeira vez no ciclo passado. Este ano foi muito difícil mas graças a Deus deu tudo certo, a égua andou muito bem, se superou a cada prova. É uma égua que meu irmão domou, participou de prova de 21 dias, de um ano de Freio, depois correu o ciclo do ano passado mas acabou não se classificando e esse ano deu certo”, destacou.

Já Luís Gustavo Rodrigues Ruas salientou que foi muito importante esta classificação, ainda mais se que na outra tentativa o exemplar tinha sofrido uma lesão. É um cavalo muito bonito morfologicamente e muito bom também na função. Vamos trabalhar agora para chegar bem no Freio. Esse cavalo está há dois meses comigo mas por motivo de lesão na última classificatória que disputou, mas agora deu tudo certo e conseguimos a classificação para a final”, observou.


Frederico Araújo, superintendente do Serviço de Registros Genealógicos da ABCCC, avaliou o nível dos conjuntos desta que foi a última prova classificatória antes da final do ciclo. “Encerramos em alto nível, com animais muito competitivos que vão chegar ao Freio com potencial competitivo para chegarem nas primeiras posições”, complementou.


Francisco Kessler Fleck, Pedro da Silva Farias e Vinícius Guedes Freitas foram os responsáveis pelos Machos. Já para a categoria Fêmeas, o julgamento ficou a cargo de Douglas Leite Gonçalves, Fernando Guilherme Horst e Leonardo Alberton Ardenghy. O Freio de Ouro 2022 conta com os patrocínios de Facta Financeira, Massey Ferguson, Supra e Vetnil, além do apoio de Correaria Dima, Mopo, Oviedo e Canal do Criador.

Ultimas noticias
Notícias Recentes