Demanda e consumo de comida segue forte



“É um excelente exercício olharmos os mercados ao redor do mundo, pois continuam chegando informações de que as lavouras do Hemisfério Norte definitivamente produziram menos este ano e, por outro lado, o consumo segue firme”. A informação foi revelada pelo Ibrafe (Instituto Brasileiro do Feijão e Pulses).

“Com diversas regiões da Europa com restrições à circulação da população, mesmo com a vacinação, o consumo de ‘comida de verdade’ segue firme. Há um medo em muitos do consumo de alimentos processados. É a nossa vez. Nunca houve uma possiblidade tão grande para o Brasil disputar no mercado mundial”, comenta o presidente do Ibrafe, Marcelo Lüders.

De acordo com o dirigente, obviamente é necessário atender “primeiro aqui”, no próprio Brasil, mas a “demanda mundial é real e com diversas demonstrações de perenidade nos próximos 2 anos pelo menos. Leve em consideração isto no seu planejamento para este ano e, segundo alguns especialistas, para o ano que vem também. Por isso, teste, experimente e aprenda como produzir, pois demanda haverá”.

Ultimas noticias
Notícias Recentes

Copyright © 2014 | Desenvolvido por: OnLine