top of page

Estado registra foco de influenza aviária em ave silvestre



A Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi), confirma, nesta sexta-feira (13/10), a detecção de um foco de Influenza Aviária de Alta Patogenicidade (H5N1) em uma ave silvestre localizada na Praia do Mar Grosso, no município de São José do Norte. Esse é o quarto caso em aberto no Rio Grande do Sul, contabilizando os três focos em mamíferos aquáticos (Rio Grande, Santa Vitória do Palmar e Torres), mas a notificação não altera a condição sanitária do Estado e do país e não há risco para consumo de carnes e ovos.


O vírus foi identificado em uma ave silvestre da espécie Trinta-Réis-Real. A notificação foi atendida na terça-feira (10/10) pelo Serviço Veterinário Oficial (SVO-RS), e a amostra colhida foi enviada para o Laboratório Federal de Defesa Agropecuária de Campinas (LFDA-SP), unidade referência da Organização Mundial da Saúde Animal (OMSA). O Rio Grande do Sul já registrou em maio um foco de influenza aviária em aves silvestres, mas já foi encerrado após evidências epidemiológicas e coletas negativas.

Commentaires


Ultimas noticias
Notícias Recentes
bottom of page