Força-tarefa Segurança Alimentar apreende 1,8 tonelada de alimentos impróprios para consumo em Getúl



A força-tarefa do Programa Segurança Alimentar, do Ministério Público do Rio Grande do Sul, esteve esta semana em cinco estabelecimentos dos municípios de Getúlio Vargas e Caseiros. Fiscais estaduais agropecuários da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR) acompanharam as ações, que apreenderam e inutilizaram o total de 1.800 quilos de alimentos impróprios para consumo.

Na terça-feira (17), a força-tarefa esteve em Getúlio Vargas e vistoriou dois estabelecimentos, onde 1.200 quilos de alimentos impróprios para consumo foram apreendidos e inutilizados. Os comércios foram autuados e os depósitos de ambos interditados. Na quarta-feira (18), em Caseiros, mais três estabelecimentos foram fiscalizados e tiveram 600 quilos de mercadorias apreendidos e inutilizados.

Em Getúlio Vargas, os principais problemas encontrados foram produtos com prazos de validade vencidos ou sem prazos de validade, sem procedência, higienização precária e alimentos com indício de recongelamento. Também se constatou a realização de obras sem proteção dos produtos armazenados, gerando poeira, alimentos para descarte misturados com produtos que seriam comercializados, entre outras irregularidades.

Ultimas noticias
Notícias Recentes