Glifosato não é cancerígeno: Agência Europeia



O herbicida glifosato não provoca câncer em seres humanos, concluiu parecer científico da Agência Europeia de Produtos Químicos (ECHA) na última segunda-feira, 30 de Maio. De acordo com o portal especializado Politico.eu, o documento será publicado em meados de agosto deste ano.

O Comitê de Avaliação de Riscos da ECHA concluiu que “as evidências científicas disponíveis não atendem aos critérios para classificar o glifosato para toxicidade de órgão-alvo específico, ou como substância cancerígena, mutagênica ou reprotóxica [que produz efeitos nocivos sobre o processo reprodutivo]”.

A opinião confirmou o entendimento que já havia sido expresso pela mesma agência em 2017, quando também não classificou o glifosato como cancerígeno. Tanto naquela época como agora, porém, a agência aponta que o herbicida mais usado no mundo pode causar sérios danos aos olhos e é tóxico para a vida aquática.

Ultimas noticias
Notícias Recentes