Governo Federal entrega mais de 50 mil títulos no Pará



Em mais uma demonstração de compromisso com o desenvolvimento do meio rural brasileiro, o Governo Federal entregou, nesta sexta-feira (18), mais de 50 mil documentos de titulação a famílias assentadas e ocupantes de áreas públicas federais no Pará. É a maior entrega de títulos feita até o momento no país.

As três superintendências regionais do Incra no Pará, sediadas em Belém, Santarém e Marabá, emitiram ao todo, ao longo dos últimos dois anos, 50.162 documentos de títulos, sendo 47.234 da reforma agrária e 2.924 de ocupantes de glebas públicas federais. Esse é o maior número dos últimos 20 anos no estado, que detém 13 milhões de hectares de áreas de assentamentos (equivalente a um estado de Pernambuco e meio).

O evento, realizado no Parque de Exposições José Francisco Diamantino, em Marabá, teve a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro; da ministra da Agricultura, Tereza Cristina; do secretário especial de Assuntos Fundiários do Mapa, Nabhan Garcia; e do presidente do Incra, Geraldo Melo Filho.O presidente Jair Bolsonaro destacou a importância do evento para aqueles que aguardam há anos pela documentação. “O momento é de alegria, especialmente por parte daqueles que estão recebendo a terra agora de forma definitiva e legalizada”.

A ministra Tereza Cristina ressaltou que, com a documentação em mãos, os beneficiários terão acesso a diversas linhas de crédito. “Junto com título, vem o crédito rural. Vocês vão ter o crédito para poder produzir, ter dignidade e renda”.

O secretário especial de Assuntos Fundiários, Nabhan Garcia, enfatizou a marca de mais de 50 mil títulos entregues em um prazo de dois anos, superando entregas realizadas nos últimos 20 anos no país, e que assentados e posseiros se tornam agora “verdadeiramente proprietários rurais”.

No evento, três assentados da reforma agrária receberam os títulos de seus lotes: dois deles definitivos e um provisório. Outras três famílias obtiveram os títulos definitivos de regularização fundiária. Os beneficiados conquistaram segurança jurídica, passando à condição de proprietários das terras.

Após dez anos, Maria Aparecida, produtora de Breu Branco, recebeu o título da área onde cria gado e produz pimenta. "Com esse título, minha terra vai ser mais valorizada", disse.

Ultimas noticias
Notícias Recentes