top of page

Irrigação tecnológica é a segurança para a agricultura familiar



Agricultura familiar segue como uma categoria produtora muito importante, a qual, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), emprega mais de 10 milhões de pessoas no campo. Estima-se que em extensão de área essa classe constitua 80,9 milhões de hectares, o que é equivalente a 23% da área total das propriedades agropecuárias no Brasil. Além disso, estes pequenos e médios agricultores são a base econômica de 90% dos municípios brasileiros com até 20 mil habitantes, com uma produção diversificada de grãos, proteínas animal e vegetal, frutas, verduras e legumes.

Integra esse importante grupo, Felipe Langer Rockenbach, filho e neto de produtor rural que desde os 15 anos ajuda na lida na fazenda da família. Atualmente com 29 anos, ele está à frente da propriedade de 270 hectares de área própria, mais 300 hectares arrendados, localizados em Hulha Negra, que fica na região da Campanha do Rio Grande do Sul. Atualmente no verão cultivam soja e milho e no inverno fazem um mix de cobertura com aveia e trigo.

Para tornar o manejo mais eficiente e a produtividade cada vez mais rentável, a família sempre está em busca de tecnologias, mas isso não é tarefa fácil, principalmente quando uma propriedade está em processo de sucessão. “Às vezes eu e o pai até discordamos em alguns pontos, e sempre conversamos para chegar em um acordo, mas em uma escolha tínhamos certeza que seria importante: o investimento em irrigação”, disse o jovem produtor.

Ultimas noticias
Notícias Recentes
bottom of page