Levantamento aponta lavouras sem pragas, mas com severos danos por estiagem



Fiscais estaduais da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), em monitoramento da presença de pragas, nesta semana, na região de Ijuí, constataram que lavouras de soja e milho não apresentam sintomas característicos de pragas como Ferrugem Asiática da Soja, Cigarrinha do milho e presença de plantas daninhas como Amaranthus palmeri (Caruru gigante), Phalaris paradoxa e Circium arvense. No entanto, os engenheiros agrônomos constataram que todas as lavouras possuem sintomas de deficiência hídrica, por conta da estiagem que atinge o Rio Grande do Sul.

Os levantamentos fitossanitários feitos pelos fiscais estaduais são de rotina. O diretor do Departamento de Defesa Vegetal, Ricardo Felicetti, explica que o monitoramento de pragas destina-se à detecção precoce de possíveis infestações para medidas de controle da disseminação, o que evita danos ainda maiores às lavouras e em locais não infestados.

Ultimas noticias
Notícias Recentes