top of page

Maçã: pomares da safra 2022/23 estão sendo afetados pelo clima



A safra 2022/23 de maçã está em desenvolvimento no Sul e, de modo geral, o clima irregular poderá prejudicá-la. Segundo agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, a preocupação maior é com a gala e a fuji, que concentram sua produção no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

Nos períodos de brotação, floração e desenvolvimento inicial dos frutos, chuvas, geadas e até neves foram registradas nas serras gaúcha e catarinense, prejudicando a formação das maçãs, que necessitavam de um clima mais quente no período.

Já para as maçãs precoces, como a eva, que têm a produção concentrada nas regiões de Porto Amazonas e Lapa do Paraná, as perspectivas são positivas. As baixas temperaturas antecipadas em maio e o inverno satisfatório favoreceram a dormência dos pomares e resultaram na brotação antes da época, o que esticou o período de enchimento dos frutos, garantindo ganho de calibre.


Assim, espera-se que a colheita da eva no Paraná se inicie na primeira quinzena de dezembro, com maior volume colhido e frutas mais graúdas em comparação com a campanha passada.

Ultimas noticias
Notícias Recentes
bottom of page