Melancia tem novo zoneamento agrícola validado e ampliado



Foram publicadas no Diário Oficial da União desta terça-feira (29) as Portarias de Nº 419 a 484, com o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc), ano-safra 2020/2021, para o cultura da melancia. Em dezembro, foram realizadas cinco reuniões virtuais do Zarc para a cultura da melancia, com o objetivo de estabelecer o novo período de plantio recomendado para as cinco regiões do Brasil. Até então as informações disponíveis no Zarc para a melancia era para apenas três estados do país.

O pesquisador Carlos Ricardo Fietz, da Embrapa Agropecuária Oeste, explica que em Mato Grosso do Sul foram apresentadas duas propostas de zoneamento, sendo uma para melancia em condições de clima quente (mais comum) e outra para a melancia de clima ameno ou frio, mais específico para o sul do estado, no período de abril até agosto.

Segundo Fietz, os modelos de simulações do Zarc foram feitos para duas condições diferentes de manejo, ou seja, para a cultura de sequeiro e para a cultura irrigada. “A irrigação deve ser vista com bons olhos, pois diminui muito os riscos de perdas na cultura da melancia”, diz.

O pesquisador Éder Comunello, também da Embrapa Agropecuária Oeste, explica que os resultados do Zarc para Mato Grosso do Sul são bem diferentes do atual e houve muitas mudanças. Segundo ele, os três principais fatores de risco avaliados nesta pesquisa foram: deficiência hídrica, geada e chuva no período da colheita. Ele destaca ainda a relevância da validação dos resultados junto aos produtores.

Ultimas noticias
Notícias Recentes

Copyright © 2014 | Desenvolvido por: OnLine