Não colheu milho suficiente para entregar? Saiba o que fazer



O agricultor brasileiro está por demais amarrado ao mercado físico e não enxerga a solução que está bem à sua mão, afirma a Consultoria TF Agroeconômica. Para os especialistas, a saída para esse problema é o “mercado de Bolsa, ou mercado de futuros, usado por 100% dos agricultores americanos e 75% dos agricultores argentinos, que tem muitas vantagens”.

“Entre as principais delas é que você não fica obrigado a entregar a mercadoria e a segunda é que você pode adaptar o seu preço de venda em caso de o mercado subir, coisa que você não pode fazer quando vende no físico. O mercado futuro é uma espécie de seguro do preço. Quando o nível chega num ponto que cobre 100% dos seus custos de produção, mais 100% das suas necessidades pessoais e da fazenda no ano, você trava o preço na Bolsa e garante o retorno de todo o seu investimento”, explica a equipe de analistas.

Ultimas noticias
Notícias Recentes