Operação Illusio detecta produtos orgânicos irregulares em São Paulo



Uma força-tarefa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) está fiscalizando produtos orgânicos em São Paulo. A ação, iniciada dia 19, já encontrou irregularidades na comercialização em uma feira e um site de venda on-line na capital, com apreensão de material. A operação foi batizada de “Illusio”.

O caso mais emblemático envolveu uma feira orgânica recém-implantada por um shopping em uma importante avenida de São Paulo. Nenhum dos produtos frescos tinha certificação, apesar de as bancas de venda e os painéis eletrônicos do shopping anunciarem a iniciativa como “feira orgânica”. Em alguns casos, os feirantes não souberam sequer informar a procedência de produtos.

A certificação é o que comprova a qualidade orgânica para o consumidor, já que visualmente não é possível distinguir se um alimento sem identificação é orgânico ou não. Já produtos embalados precisam apresentar o selo de identificação de orgânico.

Uma confusão muito comum entre produtores iniciantes e até entre consumidores é considerar que orgânico significa apenas a ausência de agrotóxicos. “Esse é apenas um dos pontos. O uso do fertilizante adequado, as condições de trabalho na produção, a responsabilidade social e ambiental, os cuidados no transporte e armazenamento, entre outros itens, também são considerados na certificação”, explicou o auditor agropecuário Danilo Kamimura, chefe da Divisão de Defesa Agropecuária (DDA) da Superintendência Federal de Agricultura de São Paulo (SFA-SP).

Ultimas noticias
Notícias Recentes