Pesquisa identifica abelha e planta nativas que produzem mel branco



O mel branco, mel monofloral feito a partir do pólen de uma planta predominante, é característico de Cambará do Sul e bastante apreciado pelo sabor delicado. Normalmente é produzido pelas abelhas exóticas europeias, da espécie Apis melifera. No entanto, equipe de pesquisadores da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR), em conjunto com USP, UFSCar, PUC/RS e Ulbra, conseguiu identificar uma espécie de abelha nativa sem ferrão, a guaraipo (Melipona bicolor), que também fabrica este tipo de mel.

A carne-de-vaca é a principal fornecedora de pólen para a produção de mel branco da guaraipo - Foto: Fernando Dias

A pesquisa conseguiu, ainda, identificar qual a principal planta utilizada para a fabricação do mel branco pelas guaraipos: a árvore carne-de-vaca (Clethra scabra), que, assim como a abelha, é uma espécie nativa da floresta de araucárias da região dos Campos de Cima da Serra. Os resultados foram publicados em artigo na revista científica Biota Neotropica, da Fapesp.

“Analisamos cinco espécies de abelha sem ferrão e constatamos que a guaraipo tem mais de 90% de pólen da carne-de-vaca, então essa abelha é quase uma especialista na produção de mel branco”, conta a pesquisadora Sidia Witter, coordenadora da pesquisa. De acordo com ela, no Rio Grande do Sul, tanto a guaraipo quanto a carne-de-vaca estão ameaçadas de extinção. “O que significa que o mel produzido por esta abelha também se encontra ameaçado de extinção”, alerta.

Ultimas noticias
Notícias Recentes