Prévia define lista completa para Morfologia do Cavalo Crioulo na Expointer



Foram quatro dias de avaliação, 371 exemplares admitidos e 106 aprovados para a Morfologia Expointer através da Prévia Morfológica 2022. No principal palco da raça Crioula, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), os exemplares passaram pelo crivo de avaliação dos técnicos Christina Freitas Bandeira de Mello, Gustavo Arhanitsch e Rodrigo Rodrigues Teixeira, todos credenciados à Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), na busca de uma vaga na final.

Entre os dias 6 e 9 de julho, 143 exemplares foram pré-aprovados, etapa que precede a decisão final do trio de avaliadores, que foi tomada ao final de toda a avaliação, ainda na tarde de sábado, 9 de junho. A Final do ciclo Morfológico de 2022 acontece junto à Expointer, entre os dias 24 e 27 de agosto de 2022, e contará com o julgamento de João Francisco Silveira na categoria Machos e Felipe Malfatto Fleitas na categoria Fêmeas, nomes também divulgados neste final de semana pela associação


Os exemplares aprovados na Prévia se juntam aos 144 exemplares já classificados para a Morfologia Expointer através das 19 Exposições Passaportes realizadas a partir do mês de abril, percorrendo oito estados brasileiros, somando - com os 106 selecionados na prévia - os 250 finalistas deste ciclo morfológico. Além disso, a Prévia Morfológica definiu 15 machos e 15 fêmeas reservas (que serão chamados, caso necessário, na ordem divulgada na lista oficial).


O técnico Rodrigo Rodrigues Teixeira agradeceu a oportunidade de contribuir com a raça neste momento. “Agradecer a ABCCC pelo convite, ficamos muito agradecidos pela confiança e cientes do tamanho da responsabilidade que tínhamos, juntamente com o apoio que recebemos durante todo evento do nosso Conselho Deliberativo Técnico, com ampla liberdade para trabalharmos e fazermos o melhor possível pela raça Crioula”, afirmou Teixeira.


A técnica Christina Freitas Bandeira de Mello chamou a atenção para os detalhes dos animais durante todas as suas apresentações em pista. “A gente buscou, como é tudo no detalhe, anotar tudo: se não tinha qualidade na andadura em relação aos outros, já que nosso cavalo é de sela, é feito para andar, a apresentação é muito importante e só tínhamos aquele momento. Desde o momento que entrou em pista estava sendo avaliado. Nós tentamos manter o mesmo critério para todos, observar os detalhes, já que todos têm qualidade”, revelou Christina.

Ultimas noticias
Notícias Recentes