Prêmio incentiva o uso de madeiras alternativas em móveis



O Serviço Florestal Brasileiro (SFB) participa da promoção do Prêmio Salão Design 2022 na categoria Prêmio Madeiras Alternativas. O objetivo é incentivar o uso de madeiras pouco conhecidas como uma maneira de contribuir para a viabilidade técnica e econômica dos planos de manejo de floresta nativa, principalmente da Amazônia. As inscrições estão abertas até o dia 31 de agosto.

Para concorrer ao Prêmio Madeiras Alternativas, o candidato deverá estar selecionado para a segunda etapa eliminatória da premiação. Será considerada madeira alternativa qualquer espécie de madeira brasileira, ainda que conhecida, mas que não figure dentre aquelas consideradas pelo Laboratório de Produtos Florestais (LPF) do Serviço Florestal Brasileiro (SFB) como muito utilizadas, no passado ou no presente, para a fabricação de móveis e outros produtos.

Além do troféu especial, a categoria inclui como premiação uma viagem ao Laboratório de Produtos Florestais do SFB, em Brasília, e expedição a uma área de manejo florestal sustentável na Amazônia.

Em 2020, o vencedor da categoria foi o designer Marcelo Briza Bicudo, que criou o banco Iris para a empresa Butzke. A peça é feita de cumaru, madeira da Amazônia resistente e que pode ser usada em áreas externas.

O Prêmio Salão Design é realizado a cada dois anos pelo Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis).

Ultimas noticias
Notícias Recentes