Produtores de Novo Tiradentes investem na suinocultura



A atividade da suinocultura está em pleno crescimento no município de Novo Tiradentes. Atualmente, são 18 produtores e 23 pocilgas em operação, além de quatro em fase de construção. No município, são aproximadamente 38 mil cabeças de suínos abatidas por ano e 62,4 mil cabeças de leitões produzidos em creche.


Para fomentar a atividade, incentivando os produtores a investirem na suinocultura, a Prefeitura, por meio das Secretarias Municipais da Agricultura e Obras, disponibiliza o serviço subsidiado de terraplenagem e o aporte financeiro para as famílias que desejarem ingressar na atividade. Da mesma forma, a Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), realiza periodicamente visitas de acompanhamento às propriedades, prestando assistência técnica e orientação aos produtores, especialmente no que se refere à utilização de dejetos suínos como fertilizante orgânico para lavouras.


Conforme destaca a equipe da Emater/RS-Ascar, os dejetos acumulados de uma pocilga com mil cabeças de suínos podem render o equivalente a 400 sacos de adubo químico formulado por ano. Porém, para realizar essa aplicação, é necessário aguardar pelo menos 60 dias para que aconteça a estabilização e, então, ser possível fazer a aplicação em áreas de pastagem ou lavoura. A aplicação pode ser realizada por meio da fertirrigação, com bombas elétricas ou tratorizadas, ou ainda com tanques de distribuição. "Esta aplicação pode suprir total ou parcialmente a necessidade das culturas por fertilizantes", destacou o extensionista rural da Emater/RS-Ascar, Luciano Schievenin.

Ultimas noticias
Notícias Recentes