top of page

Reivindicações ao governo do Estado marcam ato da Abertura Oficial da Colheita do Arroz



Simbolizando a garantia da segurança alimentar, o ato de abertura da colheita do arroz e grãos em terras baixas, realizado nesta quinta-feira, 22 de fevereiro, contou com a presença de diversas autoridades, produtores e entidades representativas do setor. A lavoura Breno Prates, na Estação Experimental da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão (RS). Além da colheita tradicional do arroz, também foi colhida pela primeira vez uma lavoura de soja, simbolizando as multiculturas.


O presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul. (Federarroz), Alexandre Velho, lembrou que em torno de 200 municípios gaúchos dependem da cultura do arroz. “Nós temos um protagonismo na produção nacional, e esse protagonismo traz junto uma responsabilidade de continuarmos buscando tecnologias, cultivares e manejos” completou. Velho fez uma reivindicação direta ao governador do Estado, Eduardo Leite, no sentido de aumentar a verba para pesquisas do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga). “Hoje, 65% da semente utilizada na cultura vem do banco genético do Instituto. Precisamos voltar aqui no próximo ano com isso resolvido”, completou. O dirigente também agradeceu a parceria com a Embrapa, Senar, Farsul, Irga e a toda a equipe da Federarroz pelo trabalho realizado para este evento, ressaltando ser esta a maior abertura de colheita do Brasil.

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
Ultimas noticias
Notícias Recentes
bottom of page