Soja perde força e assusta vendedores no RS



No mercado da soja do Rio Grande do Sul, a oleaginosa continua perdendo força e assusta vendedores que negociam 20mil toneladas no encerramento da semana, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “O dólar subiu em expressivos 4%, a soja grão caiu 1,9%, ainda deixando uma margem bastante considerável para a mudança nos preços. A evolução é muito próxima dessa diferença. Ijuí, Cruz Alta e Passo Fundo subiram de forma muito próxima em 1,5%, elevando os preços e, R$ 3,00/saca e indo respectivamente a R$ 195,00, R$ 195,00 e R$ 196,00, Santa Rosa ficou levemente atrás, subindo em 1,04% e alcançando o preço de R$ 194,00”, comenta. Em Santa Catarina, o porto sobe 0,79%, enquanto os negócios seguem lentos. “O dia de hoje marcou muitas oscilações em Santa Catarina, os preços variaram de R$ 191,50 para R$ 194,00 nos últimos 30 dias, o que foi o suficiente para incentivar algumas vendas, que alcançaram a casa das 3.000 toneladas, volume considerável para quem costuma vender volumes mais baixos. Muitos produtores continuam segurando suas mercadorias à espera de melhores valores”, completa. O Paraná marca altas parciais, com o porto subindo e interior caindo. “Ponta Grossa, como de costume, por ser mais estreitamente relacionado com as exportações e ao porto passa por um dia de evolução de 2,7%, valor equivalente a R$ 5,00/saca, com os preços elevados a R$ 190,00. Quanto às demais posições do interior, o dia foi marcado por quedas de 1,14%. O aumento exponencial da oferta segue sendo o motivo. Neste período de menor necessidade de volumes e aumento da soja disponível os preços tendem a diminuir devido à baixa procura, Cascavel, Maringá e Pato Branco perderam R$ 2,00/saca e foram a respectivamente de R$ 173,00, R$ 173,00 e R$ 172,00”, conclui.

Ultimas noticias
Notícias Recentes