Zoneamento agrícola de risco climático para pêssego e nectarina é ampliado para todo o Brasil



Um novo Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) para as culturas do pessegueiro e da nectarineira foi publicado nesta quarta-feira (18) no Diário Oficial da União pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Elaborado com base em estudos da Embrapa Clima Temperado (RS) e da Embrapa Informática Agropecuária (SP), o documento indica as áreas e períodos de menor risco climático para essas culturas no país e define as regiões mais indicadas para o cultivo, de maneira a reduzir perdas e garantir rendimentos mais elevados.

A principal novidade é o uso de metodologia unificada para ampliação das avaliações para todo o Brasil e a identificação de novas regiões com potencial para produzir essas espécies. “O trabalho mostrou regiões do país com condições semelhantes às do Rio Grande do Sul, com potencial e que podem ser exploradas, criando um novo desafio para a pesquisa nacional de testar a viabilidade dessas áreas”, explica o pesquisador da Embrapa Clima Temperado responsável pelo trabalho, Carlos Reisser Júnior.

O último Zarc pêssego foi publicado pelo Mapa em 2011 e revogado em 2018. Ao longo dos anos, várias entidades realizaram estudos específicos para seus respectivos estados.

Ultimas noticias
Notícias Recentes