Ações noturnas fiscalizam transporte de vinhos e derivados



Fiscais Estaduais Agropecuários da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) estão realizando ações noturnas de inspeção e fiscalização de barreiras na Serra Gaúcha, para transporte de vinhos e derivados. A operação mais recente foi conduzida na região de Caxias do Sul, em que não foram registradas ocorrências.

"Nestas ações, o objetivo é inibir a adulteração de produtos, que interferem na qualidade e prejudicam o consumidor. Também são feitas coletas de amostras, para que o Laboratório de Referência Enológica da Secretaria analise os padrões de identidade e qualidade dos produtos transportados", detalha a chefe da Divisão de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal, Fabíola Boscaini Lopes.

Todos os caminhões que transportam vinhos e derivados da uva e do vinho são obrigados a apresentar, junto com a carga, a Guia de Livre Trânsito (GLT) e a Nota Fiscal do produto transportado. No Rio Grande do Sul, desde 2018, é possível que as empresas façam a solicitação da GLT pela internet, por meio do Sistema de Declarações de Vinícolas (Sisdevin), que faz parte da plataforma SDA - Sistema de Defesa Agropecuária da Seapdr.

Atualmente, são mais de 600 vinícolas registradas e cadastradas no Sisdevin. A cada ano, são emitidas e analisadas pela fiscalização agropecuária estadual cerca de 45 mil GLTs.

Ultimas noticias
Notícias Recentes