Câmara Setorial da Cebola debate produção nacional e estadual



O quadro estadual da produção de cebola 2021/2022 e o panorama nacional de cebola para os mesmos anos foram temas debatidos virtualmente, entre outros, nesta terça-feira (18), por integrantes da Câmara Setorial da Cebola da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR). Os trabalhos foram conduzidos pelo coordenador da CS, Antônio Carlos da Silva Costa, produtor no município de Tavares, e pelo assessor da Câmara, Valdomiro Haas.

De acordo com o engenheiro agrônomo e extensionista rural da Emater/RS-Ascar, Evair Ehlert, a safra de cebolas 2020/2021 no Rio Grande do Sul foi considerada normal nas regiões produtoras de cebola. “Observo que se destacam duas principais: a do Litoral Sul, que engloba como principais produtores São José do Norte, Tavares e Rio Grande; e a região da Serra, com os municípios de Nova Pádua, Caxias do Sul e Antônio Prado”.

Ehlert destacou que São José do Norte é o maior município plantador e produtor de cebolas do Estado. Sua área plantada fica entre 1.500 e 1.800 hectares, com uma produção de mais de 54 mil toneladas, envolvendo 1.500 produtores rurais de cebola.

Ultimas noticias
Notícias Recentes