Milho segue com compradores retraídos e recua preços



O mercado de milho do estado do Rio Grande do Sul segue totalmente andando de lado, com indicações de comprador bem distantes das ofertas, segundo informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Comprador referenciou a R$ 89,00 CIF Santo Ângelo, R$ 86,00 Chapecó, R$ 89,00 Marau e R$ 90,00 CIF Arroio do Meio. Já o vendedor posiciona ofertas que partem de R$ 92,00 interior”, comenta.

“Milho vindo de outros estados (MS e MT) chegando ao estado a R$ 91,00 + ICMS, acabam inibindo novas altas. Com a atenção do produtor gaúcho voltada para a soja, os trabalhos com milho são mais lentos. Das lavouras, 82% estão colhidas. Outros 11% estão em maturação, 5% em enchimento de grãos e um restante de 2% em floração”, completa.

O mercado continua com compradores retraídos também em Santa Catarina. “Oferta segue sem demanda. Ignorando cenário internacional e sem efeito cambial, mercado brasileiro de milho intensifica tendência de baixa com boas expectativas com a produção da 2ª safra Vendedores falando em R$ 92 a R$ 95 e compradores, quando se consegue arrancar uma ideia de preço, entre R$ 89/90,00/saca. O milho paraguaio seria bem competitivo não fossem os problemas logísticos”, indica.

Ultimas noticias
Notícias Recentes